segunda-feira, 2 de junho de 2014

Falando de manteiga, butter bell e design.








Aqui em casa, já faz um bom tempo que não usamos margarina. Escolhemos a manteiga, como a opção mais saudável e saborosa. Apesar do que dizem sobre a gordura de origem animal e o colesterol, é preciso levar em conta que, havendo uma boa dose de bom senso, a manteiga é a melhor escolha. Não há nela, nenhum tipo de mistura de óleos/gorduras, estabilizantes, conservantes, emulsificantes, corantes, flavorizantes artificiais e a adição de algumas vitaminas. Na manteiga, temos de forma natural, a presença de cálcio, outros minerais e vitaminas. Sem contar que as gorduras presentes, são fundamentais para o bom funcionamento cerebral e para a absorção de algumas vitaminas.
Vale a pena ler a reportagem sobre o assunto, na revista Time de  Junho.


Seja manteiga ou margarina, é uma escolha pessoal, que deve ser respeitada. Mas, se você gosta de manteiga como eu, o post começa agora!

As minhas manteigas preferidas são Lurpak , Président (importadas) e a Regina (nacional). Vou alternando tipo com sal e sem sal, para adicionar um novo sabor ao meu pãozinho matinal. 
Sempre tive dificuldades para armazenar a manteiga. Se colocamos na geladeira vira uma pedra, difícil de passar no pão. Se deixamos fora, em uma manteigueira, corremos o risco de encontra-la coberta de formiguinhas, vindas sei lá de onde. Comecei a pesquisar a melhor forma de guardar a manteiga, e descobri que no final do século 19, os franceses inventaram um recipiente que mantém a frescura e maciez da manteiga. Essa invenção é chamada de french butter dish ou butter bell crock. Design à serviço do conforto. E aí entra a minha paixão pela Le Creuset, que tem o butter bell crock mais lindo do mundo!! Perfeito, estiloso e funcional. Na foto superior, você pode ver a manteiga no "sino" (vem daí o nome butter bell), e no potinho ao lado, a marca até onde deve ser colocada a água fresca.
Depois de preencher o sino com a manteiga, é só coloca-lo dentro do recipiente com água, e guardar em lugar fresco. Pronto. Manteiga fresca e macia a qualquer hora. Neste último verão (tórrido, por sinal) fiz o grande teste de conservação, e a manteiga sobreviveu fresca e deliciosa para o uso diário da família.

Comprei o meu butter bell, na loja virtual da Utilplast  (http://www.utilplast.com.br/cozinha/mesa-posta/cafe-da-manha/le-creuset?PS=15), e  agora é só alegria no café da manhã.




Nenhum comentário:

Postar um comentário